Das coisas bonitas que me enchem o coração…

 

“Tivesse eu os tecidos bordados dos céus, 
lavrados com o ouro e a prata da luz.
Os tecidos azuis e turvos e de breu
da noite e da luz e da meia luz,
estenderia esses tecidos a teus pés.

Mas eu, que sou pobre, apenas tinha os meus sonhos.

São os meus sonhos que estendi a teus pés,
sê suave ao pisar, porque pisas os meus sonhos.”

William Butler Yeats

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.