Adolescentes fomos nos

Adolescentes fomos nós.

“Quando eu era adolescente tinha um orgulho imenso em ter um pai que adorava música e estava sempre a par das novidades do que eu e a minha irmã gostávamos. Apesar de não vivermos desafogados, o meu pai comprava os LP’s que mais gostávamos e que ouvíamos vezes sem conta…..isso marcou muito, de forma positiva, a minha adolescência!

Outra coisa que os meus pais permitiam (e que a maioria das minhas amigas não podia), era ficar acordada até de madrugada (ao fim de semana ou férias) a desenhar e a ouvir música. No dia seguinte, podia acordar bem tarde. Eu adorava! E ainda hoje adoro trabalhar à noite e dormir um pouco mais de manhã…”

Célia, 42 anos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.