Sobre

Rita Guapo

Olá, eu sou a Rita. Tenho 37 anos e vivo num lugar bonito, a sul.

Psicóloga de formação e apaixonada pelas pessoas e por tudo o que têm lá dentro, tenho também desde sempre um amor grande às palavras e a quem tem o dom de fazer delas uma espécie de música.

Este blogue surge de uma vontade imensa de explorar outros pedaços de mim e de fazer nascer um projeto que há tanto tempo guardo no coração e que tem vindo a ecoar mais alto desde 2012, altura em que fui mãe pela primeira vez.

É um projeto comandado pelo sonho de poder contribuir para que pais, filhos e educadores se possam tornar mais conscientes dos passos da relação que constroem todos os dias, sem “fórmulas mágicas” e a acreditar que tudo se consegue, desde de que na vida se esteja de corpo, alma e coração.

E é aqui que como mãe, mulher e profissional, procurarei partilhar convosco ideias acerca do desenvolvimento infantil e adolescente e das descobertas que a parentalidade nos traz.

Com sabor a psicologia e à vida que acontece todos os dias.

Percurso académico e profissional:

Licenciada em Psicologia, ramo de psicologia Clínica, com Mestrado em Psicologia da Educação, senti, desde o início da minha formação académica, um enorme apelo pela descoberta e compreensão do mundo adolescente.

O percurso profissional que iniciei em 2005, permitiu-me explorar o gosto pelo trabalho com jovens e famílias, ao nível da intervenção psicológica e da intervenção com grupos no âmbito da promoção de competências socioemocionais. É com jovens, pais, professores e educadores que tenho desenvolvido grande parte da minha atividade profissional, quer ao nível da formação e do desenvolvimento e coordenação de projetos de prevenção de comportamentos de risco na adolescência, quer ao nível do desempenho de funções como psicóloga escolar em várias escolas do Algarve.

Atualmente trabalho na melhor escola do mundo, o Agrupamento de Escolas José Belchior Viegas, e também na Associação para o Planeamento da Família, delegação do Algarve, casa onde aprendi muito e onde sou feliz, que me acolheu como voluntária em 2006, para depois integrar a equipa técnica em 2008. Desenvolvo ainda a consulta de Aconselhamento Vocacional em Olhão e em Faro.

Pelo amor à escrita, colaboro, enquanto cronista, com a Plataforma Capazes e com o Jornal Sambrasense, colaborações estas que muito me honram e me dão um enorme prazer pessoal.