Boas respostas para conselhos bem intencionados.

Porque há frases que de tanto terem sido ouvidas e repetidas, já nos saem da boca em catadupa, sem que tenhamos tempo para pensar sobre elas e ouvir a mensagem que verdadeiramente carregam dentro.

Porque há frases que por mais bem intencionadas que sejam, acabam por ter um efeito precisamente contrário ao que as motivou, aqui vos deixo uma espécie de manual de sobrevivência aos conselhos mais comuns, que ainda assim são capazes de nos tirar do sério nos dias menos bons.

Caso não resulte, resta-nos sempre a estratégia da “cara de paisagem”, expressão que aprendi com uma leitora e que descreve na perfeição, a vontade…

P.S – E por favor, não nos esqueçamos que não existem mães, pais, avós, filhos perfeitos (e ainda bem), mas há coisas que estão ao nosso alcance e nos permitem crescer todos os dias enquanto pessoas e enquanto educadores. O melhor da parentalidade mora na nossa capacidade para refletir, para questionar, para perdoar e, sobretudo, na nossa capacidade para aprender. Com eles. Connosco. Com os outros. Sempre.

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!

avatar
wpDiscuz